Compartilhe
essa notícia
Cidades / Meio Ambiente 04/07/2014 11:00 - Atualizada em 14/07/2014 10:14
Brasil tem maior número de queimadas em 10 anos


Do início de 2014 até agora já foram registrados 19.139 focos de calor, segundo informações dos satélites de referência do INPE. Esse dado aponta que o número de queimadas no país entre janeiro e julho deste ano é o maior desde 2004.



O valor está tão alto, não apenas por causa da seca do inverno, mas por conta da estiagem severa registrada no verão.



De acordo com o meteorologista da Somar, Celso Oliveira, o período seco deste ano está sendo muito maior que o normal, o que faz com que a situação somente piore, já que a vegetação do país é bastante debilitada, vulnerável à formação e propagação das chamas.



O Estado que mais queimou nos primeiros sete meses deste ano foi Mato Grosso, com 4.948 incêndios florestais, seguido de Tocantins, com 2.514 e Maranhão, com 1.402. “E o pior é que nada deterá as chamas em pouco tempo. Não há previsão de chuva significativa na maior parte do Brasil por pelo menos 45 dias”, alertou Oliveira.



O ano de 2014 só não teve mais focos de calor do que 2002, 2003 e 2004. Há 10 anos, o Brasil teve 25.231 queimadas de janeiro a julho, já no mesmo período do ano passado, o número foi de 13.212.



O Estado de São Paulo informou que já busca soluções para diminuir os números de queimadas. A queima da palha da cana-de-açúcar, muito comum no setor, está proibida. Nas áreas mecanizadas, os produtores não poderão fazer a queima a partir de 2014, já nas áreas não mecanizadas o prazo é até 2017.


Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário