Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 15/10/2014 13:57 - Atualizada em 16/10/2014 19:12
Crise: falta de água em Vinhedo atinge a UPA e Delegacia
Prefeitura garante que atendimento na Unidade continuará normalmente ao público. Falta de água também afetou a sede da GM e duas escola na região


A falta de água é um problema que afeta os vinhedenses há um bom tempo. Porém, nesta quarta-feira, 15, um fato inédito foi registrado na cidade. A falta de água atingiu a região da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a Delegacia de Polícia.



Mesmo assim, a UPA atendia aos pacientes normalmente na tarde desta quarata-feira. Porém, na Delegacia há falta água nos banheiros, para beber e lavar as mãos. O problema teve início pela manhã.



A equipe do JV constatou queo abastecimento de água também ficou comprometido no velório municipal e na escola Pica-Pau, no Ceprovi e também na sede da Guarda Municipal. Em resposta ao problema, a Prefeitura informou que está providenciando caminhões pipa para suprir os serviços essenciais nos prédios públicos.



Redutores



Recentemente, a Prefeitura instalou na EM Claudio Gomes redutores de pressão nas torneiras dos bebedouros, banheiros, cozinha e lavanderia com o intuito de fazer um teste e avaliar se há redução no consumo de água.



Se confirmada esta hipótese, os redutores também serão instalados em outros prédios públicos e escolas da cidade para ampliar a economia de água em Vinhedo.



Crise



Apesar de não mencionar o racionamento de água, Prefeitura adotou oficialmente um sistema para economizar água na cidade em setembro de 2013. Desde então, a Administração Municipal reforça quase que semanalmente a necessidade para economia de água por parte dos cidadãos para contribuírem com a cidade em período de estiagem.


Fotos da notícia
Banheiros da Delegacia com aviso da falta de água
Rafa Von Zuben

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário