Compartilhe
essa notcia
Vinhedo / Política 03/05/2016 11:42 - Atualizada em 03/05/2016 22:44
Em nota, Prefeitura diz que paralisação atingiu 8% do serviço público
Administração informou ainda que vai entrar na Justiça


Na manhã desta terça-feira, 3, em nota enviada à imprensa, a Prefeitura se manifestou sobre a greve do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Vinhedo e alegou que a paralisação dos servidores atingiu menos de 8% dos serviços públicos que, na totalidade, são de 3.057 pessoas.



A nota explica ainda que piquetes montados pelos sindicalistas dificultaram o acesso aos trabalhadores nas primeiras horas da manhã de terça nas unidades básicas de saúde, mas, às 9h, o atendimento à população já estava normalizado. Piquetes também foram colocados em algumas unidades de ensino da cidade.



A Prefeitura reiterou que negociou um reajuste pela inflação de aproximadamente 10% no salário dos servidores, mas que o aumento não será aplicado a outros benefícios, como vale-alimentação.



A Prefeitura segue na nota informando que via buscar medidas cabíveis na Justiça para impedir a greve, que considera um ato ilegal.



Confira abaixo a nota na íntegra:



“Antes de mais nada, é importante afirmar que a paralisação atingiu menos de 8% dos servidores públicos municipais que, na totalidade, são de 3.057 servidores. Ainda, piquetes montados pelos sindicalistas dificultaram o acesso de trabalhadores nas primeiras horas da manhã nas Unidades Básicas de Saúde mas, às 9h00, o atendimento à população já estava normalizado, com servidores de outras unidades remanejados para atendimento, de forma a não prejudicar à população. Na Educação, algumas unidades também foram prejudicadas por piquetes que dificultaram o acesso dos funcionários ao trabalho.



O Brasil vive um dos piores momentos econômicos da história. São mais de 11 milhões de desempregados que, infelizmente, vivem a triste realidade de não ter um salário digno para, ao menos, sobreviver e cuidar da sua família. Em Vinhedo, em especial quando se fala sobre os servidores públicos municipais, a cidade apresenta um histórico, nos últimos anos, de respeito e valorização aos servidores públicos. E, neste ponto, é importante trazer algumas informações importantes sobre os ganhos reais e sociais dos servidores:



- Proposta apresentada pela Prefeitura de Vinhedo neste ano em, aproximadamente, 10% de reajuste nos salários de todos os servidores públicos municipais (por ser um ano eleitoral, a Prefeitura não pode dar reajuste acima do índice da inflação). Este reajuste terá um impacto de, aproximadamente, R$ 17 milhões no orçamento do município.



- O reajuste não será efetuado para o prefeito e os secretários municipais conforme já anunciado pelo prefeito o ano passado quando cortou o próprio salário e dos secretários, retirando o reajuste que havia sido dado em 2015.



- Manutenção do valor do Vale Alimentação mensal em R$ 550,00, garantindo a permanência deste valor que foi alcançado no ano passado quando então o prefeito concedeu um reajuste de 22,22%.



- Manutenção do valor do Auxílio Transporte mensal em R$ 160,00, garantindo a permanência deste valor que foi alcançado no ano passado quando então o prefeito concedeu um reajuste de 11,12%.



- Os salários dos servidores públicos municipais estão em dia, não foram atrasados em 2015, o 13º salário foi pago na totalidade, sem parcelamento, numa situação muito diferente das demais prefeituras da região que, por força da crise econômica e queda na arrecadação, foram obrigados a parcelar os salários dos servidores, situação que felizmente não aconteceu em Vinhedo.



- A Prefeitura de  Vinhedo, nos últimos anos, tem intensificado políticas de valorização ao servidor público municipal, na qual podemos destacar: Plano de Cargo e Carreira do Magistério, na área da Educação; redução da carga horária de 8 para 6 horas aos auxiliares de Educação Infantil; reestruturação administrativa que implantou a progressão de salários a cada 5 anos, a partir de 2012, com 5% aos que já tinham 5 anos de concursado em Vinhedo; implantação da Função Gratificada aos concursados, entre outros ganhos sociais.



A Prefeitura de Vinhedo considera ilegal esta greve e já está entrando na Justiça para que possa analisar este pedido. Ainda, algumas unidades de Educação Infantil e as Unidades Básicas de Saúde que foram prejudicadas por piquetes de sindicalistas, e não por servidores, estão sendo gerenciadas por funcionários de outras unidades para evitar prejuízos à população.



Não vamos permitir que a população seja prejudicada por interesses meramente políticos de alguns membros da atual diretoria do Sindicato.”


Fotos da notcia
Prefeitura ofereceu reajuste salarial de 10%
Rafa Von Zuben

Comentar notcia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Comentrios
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatrio
Email destinatrio