Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 03/05/2016 18:31 - Atualizada em 03/05/2016 22:44
Greve: Prefeitura obtém liminar para abrir postos de saúde e creches
Sob pena de multa, 70% dos serviços essenciais tem que estar funcionando nesta quarta


A Prefeitura de Vinhedo obteve no final da tarde desta terça-feira, 3, uma liminar na Justiça do Trabalho que fixa multa ao sindicato caso os servidores não mantenham 70% dos serviços públicos e dos trabalhadores em creches, pré-escola, escolas municipais, postos de saúde, unidades de pronto-atendimento (UPA) e Guarda Municipal nesta quarta-feira. No despacho feito pela desembargadora Gisela Rodrigues Magalhães de Araujo e Moraes não há citação as demais áreas da Prefeitura.



Caso o sindicato não acate a liminar, foi fixada multa diária de R$ 5 mil por cada trabalhador que faltar ao posto de trabalho. A liminar estabelece ainda para o dia 16 de maio, segunda-feira, às 13h30, uma audiência de conciliação e instrução entre a Administração Pública e o Sindicato.



A Assessoria de Imprensa da Prefeitrura informou por meio de nota na manhã desta terça-feira, que a greve alcançou apenas 8% dos funcionários da Administração Municipal.



Prefeitura, Câmara e a Sanebavi se comprometeram a repassar nos salários dos servidores a inflação dos últimos 12 meses, compreendendo o período de maio de 2015 a abril de 2016. A tendência é a de que o reajuste fique acima de 9% para o período acumulado.



No entanto, a reivindicação do sindicato é que esse aumento seja repassado também para o vale-alimentação, auxílio transporte e tíquete refeição. A Prefeitura, Câmara e Sanebavi informaram que os valores dos benefícios continuam os mesmos de 2015.


Fotos da notícia
Servidores durante paralisação nesta terça
Rafa Von Zuben

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Comentários
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário