Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 03/05/2016 22:28 - Atualizada em 05/05/2016 11:42
Após liminar, sindicato suspende a greve dos servidores
Justiça determinou 70% dos serviços essenciais funcionando


O Sindicato dos Servidores Públicos de Vinhedo disse por meio de nota na noite desta terça-feira, 3, que cumprirá a determinação judicial e orienta os servidores a retornarem ao trabalho até a audiência entre Prefeitura e Sindicato, que foi agendada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para o dia 16 de maio.



A assembleia para ocorrer nesta quarta-feira pela manhã na praça de Sant’Ana também não vai ocorrer.



O sindicato também enalteceu o movimento que recebeu uma boa adesão dos servidores. “Esse movimento tem um significado muito importante na história da cidade. Lembramos que desde o começo do ano realizamos inúmeras reuniões e ações organizadas em um calendário de mobilizações. Isso tudo foi feito publicamente utilizando o Sindicato como instrumento para refletirmos e lutarmos coletivamente por nossos direitos. Apesar disso tudo, a Prefeitura recusou-se a ouvir o servidor e recorreu ao judiciário”, escreveram os membros do sindicato na nota.



A Prefeitura de Vinhedo obteve no final da tarde desta terça, uma liminar na Justiça do Trabalho que fixa multa ao sindicato caso os servidores não mantenham 70% dos serviços públicos e dos trabalhadores em creches, pré-escola, escolas municipais, postos de saúde, unidades de pronto-atendimento (UPA) e Guarda Municipal nesta quarta-feira. O pedido a Prefeitura foi acatado em parte, já que ela queria do TRT garantias de 90% dos funcionários trabalhando.



Caso o sindicato não acatasse a liminar, foi fixada multa diária de R$ 5 mil por cada trabalhador que faltar ao posto de trabalho.



Prefeitura, Câmara e a Sanebavi se comprometeram a repassar nos salários dos servidores a inflação dos últimos 12 meses, compreendendo o período de maio de 2015 a abril de 2016. A tendência é a de que o reajuste fique acima de 9% para o período acumulado.



No entanto, a reivindicação do sindicato é que esse aumento seja repassado também para o vale-alimentação, auxílio transporte e tíquete refeição. A Prefeitura, Câmara e Sanebavi informaram que os valores dos benefícios continuam os mesmos de 2015.


Fotos da notícia
Recado na Policlínica da Capela na manhã desta terça
Rafa Von Zuben

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário