Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 15/03/2017 11:53 - Atualizada em 29/03/2017 15:01
Vinhedenses fazem ato contra a Reforma da Previdência
Escolas estaduais aderiram aos protestos e ficarão fechadas nesta quarta-feira


Cerca de 120 alunos das escolas estaduais Patriarca da Independência, Israel Shoba e Maria do Carmo Ricci Von Zuben realizam manifestação pacífica pelas ruas centrais de Vinhedo na manhã desta quarta-feira, 15, contra a PEC 287, que propõe a reforma da Previdência.



De acordo com professores que participam do ato, o protesto é uma forma de garantir um "hoje e um amanhã mais digno e melhor aos idosos brasileiros". No ato, estudantes também protestam contra a corrupção e a reforma do Ensino Médio.



Com a adesão da maioria dos professores à manifestação, as escolas permanecerão fechadas nesta quarta-feira e, portanto, sem aulas.



Principais mudanças



 O texto em apreciação no Congresso Nacional prevê, entre outras coisas, o estabelecimento de 65 anos como idade mínima para os contribuintes reivindicarem a aposentadoria.



Além de fixar uma idade mínima e igual para a aposentadoria de homens e mulheres, as novas regras, se aprovadas, irão atingir trabalhadores dos setores público e privado. A única categoria que não será afetada pelas novas normas previdenciárias é a dos militares.



Pelas regras propostas pela gestão Temer, o trabalhador que desejar se aposentar recebendo a aposentadoria integral deverá contribuir por, no mínimo, 49 anos.


Fotos da notícia

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Comentários
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário