Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / Saúde 15/05/2017 17:26 - Atualizada em 22/05/2017 15:15
Vinhedo confirma a segunda morte de macaco por febre amarela
Município abriu vacinação para a toda a população nesta segunda


A Prefeitura confirmou nesta segunda-feira, 15, mais um registro positivo de morte por febre amarela em macacos.



O primeiro caso, confirmado na última quinta-feira, 11, foi de um Bugio encontrado morto na região do Bairro Caixa D’Água no dia 27 de abril. Já o caso confirmado hoje é de um macaco da mesma espécie que foi encontrado morto no dia 29 de abril na região do Paiol Velho. Os resultados foram emitidos pelo Instituto Adolfo Lutz.



É importante destacar que os primatas não transmitem a doença, mas a contaminação deles confirma que o vírus da febre amarela está circulando pela área rural da cidade.



Nos dias 20 e 21 de maio, sábado e domingo, a Prefeitura intensificará as ações de vacinação na área onde foi encontrado o primeiro macaco com caso positivo, com a disponibilização de um posto de vacinação na Escola Municipal Abel Maria Torres, no Bairro Caixa D’Água, das 9h às 16h, e outra equipe volante.



Vinhedo não tem registro de febre amarela em humanos nos últimos 30 anos, porém, desde a confirmação do 1° caso de contaminação em macaco, o município passou a ser considerado pelo Estado como área de recomendação de vacinação. Vale ressaltar que uma única dose da vacina vale por toda a vida e não mais apenas por 10 anos.



“De 2000 até 2017, nós já vacinamos contra a febre amarela aproximadamente 50 mil pessoas. Se você já tomou essa vacina, confira a sua carteirinha. Se você já tomou, não precisa tomar. Agora se você não tomou ou não lembra, vá até uma UBS e tome”, completou o prefeito Jaime Cruz.



Nesta segunda-feira, 15, o processo de imunização começou a ocorrer em todas as UBSs da cidade (Jd. Von Zuben, Vila João XXIII, Três Irmãos, Casa Verde e Centro Médico), das 9h às 16h, e na UBS Planalto e na Policlínica da Capela, até às 19h. A vacinação é por ordem de chegada.


Fotos da notícia
Região em que o segundo macaco foi encontrado

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Comentários
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário