Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 09/10/2017 16:28 - Atualizada em 20/11/2017 15:37
Audiência de mediação entre Unilever e Sindicato ocorre nesta a terça em Campinas
Confusão no último sábado acabou com a prisão de cinco pessoas


A audiência de mediação que vai decidir o futuro dos 130 trabalhadores da Unilever ocorre nesta terça-feira, 10, às 15h30 no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em Campinas.



Os funcionários do setor que será afetado com as demissões anunciadas pela empresa continuam em greve, segundo o Sindicato dos Químicos até o desfecho do caso.  



No último sábado, dia 7, quatro sindicalistas e um funcionário foram presos em uma confusão que teve início na porta da empresa e acabou terminando na Delegacia de Vinhedo.



De acordo com a polícia, integrantes do Sindicato dos Químicos teriam tentado impedir a entrada de funcionários por causa da greve deflagrada dia 29. A empresa conseguiu uma ordem judicial para que funcionários não sejam impedidos de entrar e, por conta do descumprimento da determinação, os dirigentes foram detidos.



Na delegacia, pelo menos 50 pessoas tentaram entrar no local para evitar a prisão dos três homens e houve muita confusão. A Polícia Civil chamou reforço e houve o uso de força física.



Sindicalistas afirmam que a conduta da Polícia Militar foi exagerada e "e sem motivo para fazer o que fizeram". Já os policiais alegam que foram agredidos pelos manifestantes.



Os detidos foram ouvidos, assinaram um Termo Circunstanciado e foram liberados pelo delegado.



Demissões



A demissão de 130 funcionários foi anunciada em 22 de setembro pela empresa por causa da terceirização de um setor da empresa. A Unilever já apresentou duas propostas, por meio de um Plano de Demissão Voluntária (PDV), mas ambas foram recusadas pelo sindicato.



O sindicato alega que a média salarial dos funcionários passará de R$ 4 mil para R$ 1,2 mil com as terceirizações e que os funcionários com mais de 20 anos de carreira terão dificuldade para conseguir um novo emprego.



A Unilever, por meio de nota, disse que o "objetivo da reestruturação é a busca da especialização, visando manter a fábrica de Vinhedo competitiva por meio de ganho de eficiência na cadeia produtiva".


Fotos da notícia
Sindicalista ferido após confusão com a Polícia Militar

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário