Compartilhe
essa notícia
Cidades / Política 25/01/2018 19:30 - Atualizada em 27/01/2018 18:58
MP pede afastamento de 13 vereadores e anulação de sessão em Paulínia
Juiz Carlos Eduardo Mendes ainda decidir√° se acata ou n√£o o parecer


A anulação da 14ª Sessão Ordinária de 2017 da Câmara de Paulínia e afastamento de 13 dos 15 vereadores foi pedido pelo Ministério Público, devido à rejeição de denúncias contra o prefeito da cidade, Dixon Carvalho (PP), por suposta organização criminosa e corrupção.



Os vereadores teriam barrado instauração de duas CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) contra o chefe do executivo, em troca da nomeação de cabos eleitorais para cargos da administração.



Dos 15 vereadores da Câmara, apenas Kiko Meschiati (PRB) e e Tiguila Paes (PPS) ficaram de fora da denúncia. O juiz Carlos Eduardo Mendes ainda decidirá se acata ou não o parecer do Ministério Público.


Fotos da notícia
Vereadores reprovaram instauração de duas CPIs

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinat√°rio
Email destinat√°rio