Compartilhe
essa notícia
Cidades / 29/04/2019 15:59 - Atualizada em 29/04/2019 15:59
Mulheres transformam cidade de 10 mil habitantes na capital da lingerie


A cidade de Juruaia, em Minas Gerais, detêm o importante status de uma das maiores fabricantes do país e é considerada a capital da lingerie. Tudo começou nas plantações de café, onde a maioria da população trabalhava nas lavouras. A economia foi crescendo e em 1992 duas empresas deram início a produção de moda íntima no munícipio. Mais tarde, fecharam.



No entanto, moradores da cidade enxergaram ali um negócio promissor e começaram a montar suas próprias empresas, unindo qualidade, tendências alternativas e preço competitivos, se comparado ao praticado pelas conceituadas marcas já estabelecidas no mercado.



A cidade de cerca de 10 mil habitantes foi se transformando aos poucos e ganhando cada vez mais projeção em Minas Gerais e no restante do país.



A grande sacada da população de Juruaia foi entender que uma empresa sozinha no interior de Minas Gerais, longe do holofote das grandes capitais, não teria tanta projeção no cenário nacional. Se eles se juntassem e quanto mais empresas fossem criadas na região, a cidade se tornaria um polo industrial e foi isso o que aconteceu. A partir daí as mulheres foram trocando as lavouras de café pelas máquinas de costura.



Em 1997 foi fundada a ACIJU - Associação Comercial e Industrial de Juruaia – o que impulsionou a profissionalização das empresas ao oferecer cursos gratuitos para os funcionários dos associados com o apoio do SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.



De acordo com a ACIJU, em decorrência da alta demanda, a produção ainda conta com a mão de obra das cidades vizinhas. Cerca de 500 trabalhadores de fora chegam diariamente para trabalhar nas indústrias locais. Algumas empresas foram além, devido à falta de funcionários, e estão investindo no treinando de homens para a confecção de moda íntima. As empresas juruaienses fornecem suas produções para todo o país e chegam a exportar para Alemanha, Japão, Bolívia, Estados Unidos, Irlanda, entre outros.



As fábricas se constituem em um formato familiar. As mulheres lideram no comando das empresas, à frente de 95% das confecções.  A consolidação como um polo de lingerie trouxe uma verdadeira transformação social na cidade. Se antes, como contam os moradores, não se achava um administrador formado em Juruaia, uma geração de jovens que cresceu ali, em meio a ascensão empresarial, hoje se profissionaliza para dar continuidade à “capital da lingerie”. Muitos saem para estudar em universidades, mas voltam para aprimorar a produção de Juruaia e assumir os negócios da família.



Felinju – Uma das maiores feiras de moda íntima e negócios do país



Para atrair ainda mais os olhares do mercado foi criado um dos maiores eventos de moda íntima e negócios do país, a Felinju – Feira de Lingerie de Juruaia. O evento, que está em sua 22ª edição, acontecerá entre os dias 1 e 3 de maio, das 9h às 18h, e em 4 de maio, das 8h às 18h, no Expoju, em Juruaia (MG).



A Felinju tem expectativa de um crescimento de 15% em relação ao ano anterior e atrair mais de 25 mil visitantes para conhecer de perto as novidades dos 80 expositores participantes.



Com o tema "Moda que (se) sustenta' e a 'Moda que (te) sustenta", a feira é um verdadeiro evento de negócios. Enquanto promove o lançamento exclusivo das coleções Outono/Inverno das marcas de Juruaia, Andradas, Guaxupé, Uberaba, Muriaé, Betim, Nova Resende e Juiz de Fora, fortalece pequenas, médias e grandes empresas do segmento e estimula o crescimento da rede de contatos e atividades comerciais entre fornecedores, fabricantes, revendedores, compradores e muito mais.



A Felinju se moderniza e se reinventa a cada ano para aumentar os resultados dos participantes. Pensando especialmente nos negócios, a organização vai realizar, em parceria com o SEBRAE, a Rodada de Negócios, para captação de potenciais clientes, trazendo a possibilidade de produtos a pronta entrega com exclusividade a condições e políticas especiais.



Assim é possível reduzir despesas de viagem, hospedagem e alimentação. A qualidade aliada a detalhes como design e acabamento dos produtos locais trazem excelente custo benefício para lojistas e é também uma grande oportunidade para revendedoras independentes complementarem a renda familiar.



“A moda produzida em Juruaia sustenta a economia na cidade e de toda a cadeia produtiva. Em 2018, a feira movimentou R$20 milhões em negócios e a expectativa é superar este número nesta edição. As empresas de Juruaia querem mostrar o potencial do negócio da lingerie como alternativa para driblar a crise”, explica o presidente da Associação Comercial e Industrial de Juruaia (ACIJU), José Antonio da Silva.



No evento também terá desfiles exclusivos, que acontecerão todos os dias, às 12h e às 16h. Além disso, acontecerá, de forma simultânea a feira, o Festival Gastronômico Sabores de Juruaia com bebidas e variedade de comidas típicas e shows regionais.



A Felinju, que é realizada pela ACIJU, acontecerá no Centro de Eventos Expoju, que conta com uma área de 7.000m². O evento contará com um número superior de expositores em relação ao ano passado, quando 66 empresas participaram da feira.



 


Fotos da notícia
Juruaia/MG, considerada a capital da lingerie
Divulgação

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário