Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 20/02/2013 17:57 - Atualizada em 20/02/2013 17:57
Sistema de água e esgoto sofre reajuste
Medida atinge todos os vinhedenses


O valor cobrado pela água e esgoto para os vinhedenses sofreu reajuste. O prefeito Milton Serafim assinou o decreto que permite essa mudança pela autarquia Sanebavi.



O decreto deve causar maior impacto às famílias mais pobres. É que o consumo para pagamento mínimo caiu de 12 para 10 m3. Além disso, o valor para quem consome até essa quantidade de água passou de R$ 17,53 para R$ 18,84. De 10 a 15m3 (antes era de 12 a 15m3), o excedente subiu de R$ 1,99 para R$ 2,14; de 15 a 20m3, o excedente passa de R$ 2,50 para R$ 2,69; de 20 a 35m3, de R$ 3,49 para R$ 3,57; de 35 a 50m3, de R$ 5,07 para R$ 5,45; de 50 a 75m3, de R$ 7,38 para R$ 7,93, e acima de 75m3, de R$ 9,95 para R$ 10,69.



Nestes casos, o aumento médio foi de 7,5%, maior que a inflação de 2012, de 5,84%. Na categoria comercial, o mínimo, de até 6m³ mensais, passou para o mínimo de R$ 22,24. Na indústria, o mínimo, de até 25m³, subiu para R$ 180,83.



O preço público de coleta de esgoto fica fixado em 60% do valor da água e o do esgoto, em 80% do valor da água.



As medidas valem para residências, comércios e indústrias.


Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário