Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 26/03/2013 13:45 - Atualizada em 26/03/2013 13:46
Seguro popular para carros busca oferecer apólices mais baratas
Quantidade de segurados pode aumentar até 15%


No Brasil, circulam nas ruas cerca de 73 milhões de carros, mas apenas 25% destes veículos possuem seguro. Para mudar esse cenário, no começo do segundo semestre deste ano, as seguradoras devem aderir ao seguro popular, que deve se tornar mais acessível à classe de renda baixa, que não tem condições de bancar uma apólice tradicional.



De acordo com o diretor comercial da Seguralta, Nilton Dias, uma apólice tradicional custa em torno de R$ 1.500,00, sendo pouco acessível à classe C. “Mudando para um valor que beira R$ 1.000,00, o cenário já é diferente”, explicou o diretor. Com a adesão desse novo seguro, Dias acredita que a quantidade de segurados pode aumentar de 25% para 40%.



Seguro popular



O projeto visa aumentar a flexibilidade na contratação com escolha diferenciada de coberturas, permitindo a utilização de peças usadas que possuam aprovação legal no Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – e estão em condições de reutilização. Além disso, o valor pago pelo prêmio (parcela mensal paga para a seguradora) será cerca de 30% mais barata que a modalidade tradicional.



Os proprietários de veículos com mais de cinco anos de uso terão maior vantagem no valor da apólice, pois pagarão menos do que os que possuem modelos novos.


Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário