Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / Saúde 10/06/2013 11:16 - Atualizada em 11/06/2013 14:07
Dengue: número de casos em 5 meses supera 2012 inteiro
Em menos de um mês, Prefeitura divulgou 30 casos em Vinhedo


Em apenas cinco meses, a Secretaria de Saúde registrou 40 casos de dengue em Vinhedo. Destes, 28 foram adquiridos no próprio município, superando os dados de todo o ano passado. Por conta disso, o Departamento de Vigilância em Saúde intensificou o controle da doença, aumentando o número de visitas a residências e estabelecimento comerciais, para ampliar a orientação sobre a prevenção da doença.



Em abril, a Secretaria de Saúde divulgou 30 casos da doença e em menos de um mês, mais dez casos foram adicionados. A região mais preocupante, de acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, fica aos arredores do cemitério e Santa Casa.



Nove casos foram detectados nos bairros Jardim Alba (região da Delegacia e cemitério) – local muito propício para propagação do mosquito, Jardim Emília (redondezas da Avenida Independência) e Santa Rosa (próximo à Santa Casa).



Propagação



As altas temperaturas e a água acumulada que fica exposta contribuem para a procriação da larva do mosquito transmissor da doença. Assim, é recomendado manter limpos calhas, piscinas e caixas d’água. Além disso, a Prefeitura solicita aos moradores se atentarem para cuidados ao abrigar recipientes vazio dentro e fora de casa, como pneus e garrafas.



Cidadãos também podem fazer denúncia ao avistarem a presença ou suspeita de criadouros da larva do mosquito para o Departamento de Vigilância em Saúde pelo telefone 19 3886-5333. O endereço do Departamento é Avenida João Paffaro, 556, no bairro Pinheirinho.



Dengue



A dengue é uma doença grave que pode levar à morte. O vinhedense que apresentar algum dos sintomas, febre alta, dor no corpo e vermelhidão, deve buscar auxílio médico o mais rápido possível.


Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário