Compartilhe
essa notícia
Vinhedo / 03/10/2013 17:24 - Atualizada em 07/10/2013 11:43
Júri do caso São Joaquim é suspenso após falta de defesa
Novo julgamento deve ocorrer em dezembro


O Tribunal do Júri do caso São Joaquim, que seria realizado nesta sexta-feria, 4, foi suspenso por falta de advogado de defesa. Agora, o julgamento deve ocorrer somente em dezembro.



Confira abaixo como foram os momentos que antecederam a decissão de suspender do Júri. 



 



9h43 - Silvana Martini, esposa da vítima, lamenta: "é um absurdo, uma falta de respeito acontecer isso depois de 8 anos".



9h39 - Julgamento é adiado por conta da ausência do defensor.



9h35 - Jurados - são 15 - aguardam para saber se haverá julgamento.



9h32 - Chamados mais uma vez, acusado e defensor não estão presentes.



9h28 - Outra testemunha da defesa chega ao plenário do júri.



9h27 - Uma das testemunhas de defesa se apresenta.



9h25 - Juíz aguarda a chegada do defensor. Se isso não ocorrer, julgamento de hoje será cancelado.



9h21 - Testemunhas de acusação e acusado são chamados, mas não estão presentes.



9h17 - Juíz Fábio Marcelo de Holanda diz que aguarda uma correspondência para saber se haverá júri.



9h15 - "Eu acho que talvez não vamos ter júri, talvez seja essa a notícia do dia", diz o juíz ao chegar.



9h12 - Expectativa toma conta do plenário. 



9h06 - Promotoria aguarda a presença do juíz e também a defesa. Testemunhas de acusação estão presentes.



9h04 - Nenhuma testemunha de defesa do acusado está presente.



9h02 - Já passa do horário previsto para o início, mas o julgamento nesta sexta já não é certo.



8h58 - O juíz Fábio Marcelo de Holanda ainda não está presente, aumentando a expectativa.



8h54 - Advogado Paulo Roberto Passos, que defende Luis Adolfo Martins, teria informado que está  fora do Estado.



8h52 - Informação, ainda extraoficial, é de que a defesa pode não comparecer, adiando o julgamento.



8h50 - Funcionários do Fórum organizam o plenário para o início do júri popular, previsto para iniciar às 9h.



8h48 - Há também cartazes com pedidos de justiça.



8h46 - Familiares e amigos da vítima utilizam camisetas com a seguinte mensagem: 'Justiça para o Alex!'. 



8h42 - O promotor Rogério Sanches Cunha, que fará a acusação, acaba de chegar.



8h40 - Número de pessoas aumenta no plenário da Câmara.



8h29 - Movimentação ainda é baixa na Câmara, local em que vai ocorrer o julgamento.



8h21 - Começa agora a transmissão em tempo real com todas as informações do júri.



 



 


Vídeo da notícia
Fotos da notícia
Parentes, familiares e amigos de Alex em frente a Câmara
Rafa Von Zuben

Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário